Imprensa

Início

8ª Festival do Japão em Minas – 22 a 24/02/2019

Evento de cultura japonesa traz para BH o Japão feudal

Uma verdadeira imersão nas tradições, delicadeza, beleza, cultura e muita diversão aguardam os visitantes do 8º Festival do Japão em Minas, entre os dias 22 e 24 de fevereiro de 2019, no Expominas, em Belo Horizonte. É o maior evento do Estado sobre a cultura japonesa e vem sendo realizado na capital mineira desde 2012, com foco em propagar a cultura e possibilitar o intercâmbio cultural, social e econômico.

Três castelos tombados como Patrimônio da Humanidade pela Unesco e outros tesouros da nação oriental serão apresentados na exposição “História do Japão Feudal, seus Castelos e Samurais”.

Outras duas mostras ocorrerão durante o evento: a “Províncias Japonesas e Cidades Históricas Mineiras”, que faz um paralelo entre as duas regiões, e a “Ikebanas”, com arranjos florais japoneses.

Uma das atrações mais esperadas do fim de semana é a “Cerimônia do Chá. É uma manifestação que pode ser considerada a síntese de todas as expressões culturais do Japão, onde se encontram os conceitos contemplativos e meditativos do zen, entre outros. Esta cerimônia vai muito além de uma simples degustação de chá, sendo um verdadeiro caminho praticado para despertar e conscientizar os valores humanos. Seus princípios são a harmonia, respeito, pureza e tranquilidade.

Outra área concorrida que envolve o público é o campeonato de hashi. Em poucos minutos, quantos grãos de feijão uma pessoa consegue pegar usando os hashis, os famosos palitinhos japoneses que funcionam como talheres? Além de habilidade, é preciso saber como segurar e usar corretamente os palitos ou o feijão pode escapar e essa é a premissa do campeonato, que movimenta o público do festival e rende muita diversão.

Nas áreas de experimentações, o público é convidado a participar da criação de Origamis – arte de criação de figuras com dobras em papel – bem como a aprender sobre baseball, esporte popular no Japão e  artes marciais.

Oficinas

Ao todo, serão oferecidas 12 oficinas, com várias turmas, entre 15h e 21h da sexta-feira (22); das 11h às 13h e das 14h às 22h do sábado (23); e das 11h às 13h e das 14h às 16h do domingo (24). As inscrições acontecerão por ordem de chegada, até dez minutos antes do horário previsto para a ação. As vagas são limitadas.

Alguns destaques são a oficina de Taiko, uma espécie de tambor; a de Kirigami, arte de cortar papéis com refinamento; a de Orinuno, técnica de dobraduras em tecido; e a de Oshibana-ê, método de desidratação de flores, folhas e galhos, sem perder as texturas e as cores originais.

Concursos

A programação também está recheada de concursos. Um dos mais concorridos, e aberto aos visitantes em geral, é o “Campeonato de Hashi” – palitinhos que servem como talher. Os participantes disputarão quem consegue pegar mais grãos de feijão com o utensílio.

Outras disputas empolgantes são de Miss Nikey Minas Gerais, às 19h30 do sábado (23); o Harajuku Fashion, de moda urbana japonesa, no domingo (24), às 13 horas; e o divertido concurso de Cosplay, também no domingo (24), às 19h30.

Ações de Responsabilidade Social

A organização do Festival desenvolve diversas as ações de promoção à cidadania, como a disponibilização de 1.600 ingressos gratuitos para alunos de escolas públicas municipais da cidade de Belo Horizonte. Além disso, serão distribuídas mudas de cerejeiras, como forma de fomento à sustentabilidade, por meio de sorteio entre os participantes.

Além da infraestrutura acessível do Expominas, o evento conta com um intérprete de libras, que permanecerá durante toda a programação no palco principal, e também haverá um painel em braile para deficientes visuais conhecerem e acompanharem as mais de 30 atividades previstas.

Assim como na edição passada, haverá coleta seletiva de lixo produzida pelo evento. As novidades da 8ª edição são a divulgação do “Projeto Piloto de Reciclagem de Veículos”, do CEFET de Minas Gerais, que foi empreendido com tecnologia japonesa e desenvolvido em parceria com o Consulado.

Quem faz

O Festival do Japão em Minas é uma realização da Associação de Cooperação em Cultura e Tecnologia Brasil-Japão e do Escritório do Cônsul Geral Honorário do Japão em Belo Horizonte e do Consulado Geral do Japão no Rio de Janeiro (Jurisdição Minas Gerais). O evento conta com apresentação da CBMM e patrocínio da CEMIG, Cenibra, Usiminas, VSB, Bradesco, além do apoio da BELOTUR/Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, por meio de patrocínio de editais e das Leis Federal e Estadual de Minas Gerais de Incentivo à Cultura.

O visitante do Festival do Japão pode aproveitar a vinda ao evento para conhecer os atrativos de Belo Horizonte, uma cidade surpreendente que proporciona novas experiências como uma forma de promovermos uma integração entre culturas tão ricas e diversas. Vale à pena conferir a riqueza da tradição japonesa e conhecer Belo Horizonte!

Serviço

8º Festival do Japão em Minas
Data: 22 a 24 de fevereiro
Horários: Sexta, das 14h às 22h / Sábado, das 10h às 22h / Domingo, das 10h às 19h
Local: Expominas (Av. Amazonas, 6200 – Gameleira, BH)
Ingressos: R$ 18 (inteira) e R$ 9 (meia), por dia de evento. Vendas na portaria

Informações detalhadas pelo site: www.festivaldojapaominas.com.br